A trilha sonora da minha vida.

K7 - sabe o que é isso?

1975Gita de Raul Seixas. Consta que é a música que minha mãe ouvia antes de eu nascer. De qualquer forma, adoro ouvir essa música.

1980O Pato do Vinícius de Moraes. Foi a primeira música que eu aprendi inteira.

197?!98?Os saltimbancos. Musical infantil que foi as bases da minha forma de pensar. Meu pai tinha uma fita K7 que colocava sempre nas viagens para Porto Alegre. A viagem sem “Os saltimbancos” e balas peixinho não era uma boa viagem. Em casa fazíamos peças com essa música. Eu era sempre a gata.

198?Anunciação do Alceu Valença. Essa música sempre tocava no meu aniversário, eu sempre ouvia numa rádio, no elevador. Será porque era verão?

1983Sukiyaki de Kyu Sakamoto, foi traduzida pelas Patotinhas como “Olhando o céu”. Essa música marcou meu primeiro amor (aos 8 anos) e a falta que ele me fez durante muito tempo. Hoje penso porque me apeguei tanto a essa ideia. De qualquer forma a música é um clássico.

1989Drive My Car dos Beatles. Fui para os Estados Unidos (Disney), e resolvi levar um aparelho de CD para casa. Mas qual CD levar? Enquanto minhas amigas compravam um do Midnight Oil (muito bom por sinal), eu quis algo que todos pudessem ouvir. Comprei o Rubber Soul dos Beatles. Nunca vou esquecer o tio Zé ouvindo admirado e gritando: – Eles estão aqui!!!

Enjoy the Silence

Acrobat

Vamô Bate lata!

Criminal

Teardrop

Anos 90′Ovelha Negra da Rita Lee. Eu gostava de cantar essa música. Sempre achei o que ela traduzia o que eu era em relação a minha família, os conflitos frequentes, a intransigência com o que é diferente do padrão. Espero que um dia eles se deem conta de que eu apenas quero viver minha vida da forma mais honesta comigo mesmo, mesmo que isso vá contra a padrões e tradições estabelecidas e que eles, de fato, respeitem isso ao invés de contrabandear seus valores por debaixo do tapete.

1993Zooropa do U2, o disco inteiro. Gostava de ouvir enquanto fazia os trabalhos, madrugada adentro – do curso de desenho industrial. Ouvia o cd inteiro.

1997Torn da Natalie Imbruglia. Cortei o cabelo e perdi o namorado.

1998Os cegos do castelo dos Titãs. Difícil conseguir o clipe com o desenho (o melhor!). Coração ainda ferido por ter perdido um grande(?) amor. Em busca de outro, em busca da cura.

200?Perdendo os dentes – Patu Fu. Acho que ouço essa música quase todo o dia. Sabe essas músicas que você acha que foi feita pra ti? Essa é uma delas. Eu me esforço para expor minhas ideias e a impressão que eu tenho é que nunca consigo dizer algo que realmente tenha tocado a pessoa. Eu não lembro de muitas das minhas vitórias, mas costumo me torturar com os erros cometidos.

2004Como Dois Animais do Alceu Valença. O ano de 2004 começou com meu apartamento assaltado e acabou com um pedido de noivado. No meio disso…vocês entendem. Toxic

2004Lithium Flower – Scott Matthew. Esse ano foi bom. Era o que eu ouvia no trabalho.

2005Sing! Sing! de Serena Ryder. Essa música marca os primeiros dias trabalhando em Brasília.

2007The Sweet Scape da Gwen Stefani. Ano do nascimento da Sofia. Se você já foi mãe, já passou pelos 2 primeiros meses, vai entender.

2011Sour Cherry The Kills. Boa músia para voltar à velha forma.

2012Runnind up that hill cover do Placebo. Esse ano tem sido marcado por uma série de mudanças e algumas realizações. Eu gostaria de dizer que estou feliz mas ultimamente, no que tange aos meus sentimentos, tenho me deixado apenas levar pela corrente. Como um animal em período de migração, me importo apenas com o que é importante, olho apenas para o destino final e procuro me manter viva e sã durante o caminho.

2014Let it Go (Idina Menzel)

2015Animal Heart