Gramado – RS

Vista do bairro Piratini a aprtir do perinão. É lindo.

Agora deve fazer mais de uns cinco meses que nos mudamos para Gramado.

Foi uma mudança difícil, em pleno inverno, com golpe em andamento.

A casa era fria, enorme e cheia de móveis sem uso. Muito a se limpar e organizar.

Ligada nas noticias, vendo o que ajudei a construir sendo derrubado a marretas.

A mudança demorou para vir. No dia que veio choveu. Descobrimos que a empresa tinha cobrado a mais e uma caixa sumira.

Ainda no final de dezembro terminei de abrir a ultima caixa. Comecei a pendurar os quadros.

A caixa que sumiu continha bebidas e algumas roupas (embrulhando as garrafas).

Confesso que me sinto como num exílio, longe dos acontecimentos e com pouco a fazer a não ser escrever.

Gramado é uma cidade turística, que parece fora da realidade geral. É uma cidade pequena, que meia perdida na década de oitenta. As lojas (fora do circuito turístico) fecham ao meio dia, crianças andam de bicicleta na rua e carros rebaixados fazem sucesso entre os jovens.

Não é a toa que a primeira série que nós vimos foi Stranger Things.

Esta entrada foi publicada em Apenas um dia.... Adicione o link permanente aos seus favoritos.